The Linde Center for Music and Learning - LCML

Olá! No post de hoje em quero mostrar para vocês um projeto do qual eu gosto bastante. É o LINDE CENTER FOR MUSIC AND LEARNING – LCML, em Tanglewood, junto às montanhas de Berkshire, em Lenox, Massachussets, USA.

Tanglewood era a propriedade da família Tappan até 1938, quando doaram duzentos acres de terra à Orquestra Sinfônica de Boston (BSO). Desde então, Tanglewood é conhecida mundialmente, não apenas como a sede da orquestra durante os meses de verão mas, também, como o principal festival de música dos Estados Unidos e um dos mais importantes do mundo.

Recentemente inaugurados, os novos edifícios do Linde Center for Music and Learning – LCML estão localizados no limite norte do Campus Bernstein, que tem esse nome em homenagem ao maestro que tornou a BSO mundialmente conhecida. O novo complexo compreende quatro novos edifícios, o que proporciona muitas oportunidades culturais e educativas para a cidade de Lenox e região, além de uma enorme variedade de atividades complementares à tradicional programação musical de Tanglewood.

Os edifícios do Linde Center desfrutam de amplas vistas para as colinas de Berkshire tendo, a oeste, o Seiji Ozawa Hall e, ao sul, o histórico edifício do Highwood Manor, construído em 1841. Trata-se do mais novo espaço para música construído em Bernstein, Tanglewood, desde a inauguração do Seiji Ozawa Hall (em 1994), ambos projetados pelo escritório de arquitetura William Rawn Associates. O projeto de acústica é de Kirkegaard Associates e Joseph Myers.

O projeto é o resultado de uma extensa pesquisa realizada em todos os edifícios da instituição, que mapeou as atuais necessidades do complexo assim como as futuras demandas. A principal preocupação foi desenvolver novos métodos e tipologias de apresentação e performance musical, que proporcionassem uma programação inovadora para um maior engajamento da audiência e da comunidade local. O resultado é um intercâmbio direto entre os artistas, o público, os alunos e os visitantes.

A abordagem geral do projeto procurou atender a uma infinidade de requisitos programáticos, por isso os arquitetos conceberam um conjunto de pavilhões e não apenas um edifício. A ideia foi criar uma série de estúdios como espaços independentes que se espalham pelas colinas, a fim de assegurar uma maior intimidade e autonomia para cada nova instalação. O principal objetivo do novo Linde Center é promover um forte senso de comunidade, com especial atenção para a relação entre arquitetura e paisagem, respeitando também a escala das estruturas existentes no Campus.

O novo complexo de pavilhões do LCML consiste em três estúdios com capacidade para acomodar de 40 a 270 pessoas, para apresentação de solistas até uma orquestra completa. Dois dos três pavilhões possuem fachadas de vidro retráteis, que podem ser completamente abertas, integrando o espaço à natureza. Uma marquise sinuosa conecta os quatro edifícios.

Os estúdios, que estão preparados para ser utilizados durante o ano todo, foram equipados para que as apresentações pudessem ser gravadas ou transmitidas ao vivo, pela televisão ou pela web, resultando em mais opções de espaços para a realização de espetáculos no Tanglewood Music Center.

O quarto volume do conjunto funciona como um café, aberto todos os dias e que pode receber um público de até 150 pessoas, além de um espaço aberto para acomodar aproximadamente mais cinquenta pessoas durante os dias quentes de verão. Os quatro novos pavilhões do Linde Center elevam para oito o número total de salas de espetáculos no campus, praticamente dobrando a sua capacidade.

FICHA TÉCNICA DO PROJETO

Localização: 297 West St, Lenox, MA 01240, Estados Unidos

Cliente: Boston Symphony Orchestra, Inc.

Arquitetos responsáveis: William L. Rawn III, FAIA, LEED AP, Founding Principal Clifford V. Gayley FAIA, LEED AP, Principal

Equipe de projeto: Kevin Bergeron, AIA, Elizabeth Bondaryk, AIA

Gerenciamento e gestão da obra: Consigli Construction, Anthony Consigli, CEO Philip Brault, Project Executive

Engenharia Civil: Foresight Land Services

Engenharia Mecânica: R.G. Vanderweil Engineers

Paisagismo: Reed Hilderbrand Landscape Architecture - Doug Reed, Principal FASLA RAAR, Adrian Nial, Principal

Acústica: Kirkegaard Associates, Joseph Myers

Consultoria de teatro: NextStage Design

Consultoria de sustentabilidade: The Green Engineer

Sistemas fotovoltáicos: Solect

Sinalização: Roll Barresi & Associates

Manutenção, operação e gestão da paisagem: ETM

Fotografias: Robert Benson

49 visualizações1 comentário
  • Instagram - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • LinkedIn - círculo cinza